A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e sua vinculada Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), em parceria com o Sistema Faemg, Senar/ Inaes/Sindicatos se reuniram, nesta quinta-feira (16/12), na Escola de Veterinária da UFMG, em Belo Horizonte, no Seminário de Defesa Agropecuária Integrada, evento inédito da defesa agropecuária, que contou com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Na ocasião, foi lançado o Notifica IMA, ferramenta de notificações de suspeitas de doenças e alta mortalidade em animais de produção. Esse é o primeiro de seis eventos que serão realizados em todo o estado a partir de 2022. O objetivo é instruir agentes da iniciativa privada, como técnicos de campo do Programa de Assistência Técnica e Gerencial – ATeG e instrutores do Senar sobre ações de vigilância sanitária que podem ser desenvolvidas durante suas atividades, além de requisitos legais e normativos que devem ser cumpridos, de forma que eles possam orientar os produtores rurais.

O evento contou com a presença da secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Valentini, do diretor-geral do IMA, Thales Fernandes, da diretora-técnica do IMA Cristiane Santos, do presidente do Sistema Faemg/Senar/Inaes/ Sindicatos, Antônio de Salvo, do superintendente técnico do Sistema Faemg, Altino Rodrigues Neto; do superintendente do Senar Minas Christiano Nascif, e do gerente de Assistência Técnica e Gerencial do Sistema Faemg, Bruno Rocha de Melo.

A secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Valentini, aprova a iniciativa do seminário, bem como a união entre entidades públicas e privadas, e o Notifica IMA. “Tudo que fazemos hoje é pautado pelo ESG (sigla em inglês para “environmental, social and governance). Nosso governo tem feito um esforço muito grande para apoiar a produção, sobretudo, a produção sustentável no campo. Nosso desejo é que este aplicativo ajude, ainda mais, a trazer eficiência para todos os setores, para que tenhamos, cada vez mais, um agronegócio organizado, pujante e sustentável economicamente, socialmente e ambientalmente”, afirmou.

O diretor-geral do IMA, Thales Fernandes, também considera o seminário uma integração importante entre os setores público e privado e acredita que, por meio de mais agentes da iniciativa privada, será mais fácil a autarquia difundir a importância da sanidade agropecuária. “A iniciativa abre portas para que os produtos de Minas alcancem mercados internacionais com garantia de sanidade, gerando melhor qualidade de vida e melhor renda para o campo”, comentou Fernandes, destacando o Notifica IMA, nova ferramenta disponibilizada para o cidadão. “O Notifica IMA facilita, simplifica e padroniza a comunicação da ocorrência de doenças ao IMA. Todos podem utilizar a ferramenta, aumentando o controle sanitário dos animais de produção. Isso traz ganho econômico aos produtores e agrega valor aos produtos mineiros”, argumentou.

O presidente do Sistema Faemg/Senar/Inaes/Sindicatos, Antônio de Salvo, comentou sobre a importância da parceria entre poder público e setor privado para a retirada da vacinação contra a febre aftosa no estado. “A importância é a parceria criada nesse seminário entre poder público e setor privado, onde vamos trabalhar juntos como vigilantes para manter positivas as nossas condições sanitárias no campo. Vamos ficar livres da febre aftosa depois de 60 anos. Isso será muito bom, não só para o produtor mineiro, mas para toda a cadeia mineira da carne”.

Seminário

Dentre os temas centrais do Seminário de Defesa Agropecuária Integrada estavam o Programa Nacional de Erradicação para Febre Aftosa e as ações que envolvem o calendário de retirada da vacinação em Minas Gerais. Foram ministradas palestras por técnicos do IMA que atuam na defesa sanitária de aves e suínos; controle e erradicação da brucelose e tuberculose; uso, comércio e aplicação de defensivos agrícolas e vazio sanitário; além dos requisitos ambientais que devem ser seguidos pelos produtores rurais. O seminário contou também com a apresentação do Sistema Faemg sobre noções básicas de meio ambiente para minimizar riscos ao produtor rural.

Notifica IMA

O IMA aprimora o recebimento das notificações on-line de suspeitas de doenças em animais de produção nos rebanhos mineiros. A iniciativa impulsiona a modernização do serviço, permitindo a sintonia necessária para identificar necessidades reais de melhoria. Todos os cidadãos podem notificar suspeitas de doenças e alta mortalidade em bovinos, bubalinos, equinos, caprinos, suínos, aves, ovinos, abelhas, peixes, e outros animais de produção pelo whatsapp do Notifica IMA. A Notificação pode ser enviada pelo número: 31 8598.9611.

A nova ferramenta já é modelo e referência para outros órgãos de defesa agropecuária em todo o país e dá suporte ao atendimento realizado pelo IMA.

As notificações são acompanhadas pela Coordenação de Informação e Epidemiologia, que trabalha em conjunto com os programas sanitários orientando os fiscais do campo.

 Informações por Seapa