O CRMV-MG recebeu, nos dias 10 e 11 de maio, a III Oficina em Gestão de Riscos - Sul e Sudeste - Sistema CFMV/CRMVs, realizada na sede, em Belo Horizonte. O evento contou com a participação do presidente do CRMV-MG, dr. Bruno Divino Rocha e do superintendente executivo Joaquim Amâncio, reunindo os representantes do CFMV e CRMVs do Sul e Sudeste. Entre os principais objetivos do evento está a apresentação do conceito de gestão de risco e a importância de colocá-la em prática.

 

Na oportunidade foi utilizado o método de oficinas para abordagem da implementação dos 80 riscos mapeados pelo CFMV. “A Oficina foi criada afim de ajudar os gestores a observarem os problemas e o que fazer para solucioná-los. O nosso objetivo não é só explicar o que é gestão de riscos, mas sim, colocar em prática” pontua Lucas Dias, responsável pela Controladoria do CFMV.

 

“A construção de uma Política de Gestão de Riscos foi fundamental para trazer nivelamento de conhecimento aos Conselhos Regionais. Estes encontros são de grande importância, principalmente para a sociedade, considerando os pontos chaves da gestão – que engloba o atendimento ao público, a proteção de dados, fiscalizações, processos licitatórios, dentre outros – situações cotidianas do dia a dia”, comentou Carlos Pontes, um dos responsáveis pela elaboração do plano e integrante da Controladoria do CFMV.

 

Para o CRMV-MG é de extrema importância a preocupação do Sistema CFMV/CRMVs com a implantação de sistemas de controle de riscos. “Embora sejam realidades diferentes entre o CFMV e os Regionais, há similaridades que a troca de informações nos permitiram observar.  Desta forma é muito importante que o Sistema faça a implantação de seus controles de riscos, tornando a gestão mais eficiente e menos sujeita a riscos e retrabalhos”, destacou Joaquim Amâncio, superintendente do CRMV-MG.

 

Assessoria de Comunicação do CRMV-MG