O crescimento expressivo do uso das redes sociais como ferramenta de divulgação do trabalho de médicas-veterinárias e médicos-veterinários, demonstra a necessidade de condutas éticas para preservar a valorização dos profissionais. A divulgação de conteúdos que exponham o paciente com imagens explícitas de procedimentos cirúrgicos, repletas de sangue, além de desvalorizar a profissão, pode afastar clientes, por serem agressivas aos tutores que não estão habituados com a rotina clínica-veterinária. A prática também pode estimular que profissionais leigos e não habilitados, reproduzam tais procedimentos nos animais, colocando em risco a saúde pública e o bem-estar animal.   

“Por mais que grande parte dos perfis que fazem essa prática sejam seguidos por colegas e/ou estudantes da Medicina Veterinária, uma vez que são perfis públicos, podem ser vistos por qualquer pessoa, causando mal-estar naqueles que não gostariam de se deparar com fortes imagens que demonstram os animais em tais condições, afastando clientes e desvalorizando a nossa profissão”, comenta o presidente do CRMV-MG, dr. Bruno Divino Rocha.

A publicidade no âmbito da Medicina Veterinária, é regulamentada Código de Ética do Médico-Veterinário (Res. 1.138/16) e pela Resolução CFMV n° 780/04, que veda a prática de expor a imagem de pacientes como meio de difundir procedimentos ou resultados de tratamentos (Art. 3°). A exceção se aplica aos trabalhos e eventos científicos, onde a exposição da imagem do paciente for indispensável, mediante a autorização prévia do proprietário do animal.Já o Código de Ética, estabelece que é vedado fornecer a leigos ensinamentos, métodos ou meios, instrumentos ou técnicas privativas de sua competência profissional (Art. 8°). O descumprimento das normativas é passível de instauração de processo ético-profissional.

Clique aqui para ler um check-list informativo do CRMV-MG e saber mais sobre a prática de publicidade no âmbito da Medicina Veterinária. 

Clique aqui e acesse a Resolução CFMV n° 780/04

Clique aqui e acesse o Código de Ética do Médico-Veterinário