O CRMV-MG tem trabalhado incessantemente para a intensificação das ações de fiscalização e de apuração das denúncias realizadas em Minas Gerais. A meta é ampliar ainda mais a abrangência dos trabalhos do setor, que no último ano inspecionou cerca de 90% dos estabelecimentos de Medicina Veterinária em Minas Gerais. No primeiro quadrimestre de 2019, o setor já efetuou um total de 2047 supervisões em estabelecimentos, em cerca de 268 municípios de Minas Gerais.


Chefe do setor de Fiscalização, dra. Rafaela de Assis Luns, chama atenção para o número de Autos de Infração: foram 76 neste período. A médica-veterinária explica que esse é um dado positivo sobre a qualidade do trabalho de profissionais no estado. “Uma quantidade pequena de Autos de Infração não pode ser visto como algo negativo. Considerando que o número de inspeções foi alto (2047), isso significa que a maior parte das empresas fiscalizadas até o momento já estão adequadas às normas vigentes”, explica dra. Rafaela.


Os dados também são positivos quanto a Termos de Fiscalização, já que cerca de 50% dos estabelecimentos fiscalizados, um total de 1015, já recebeu o aval positivo do CRMV-MG quanto à sua atuação. “As empresas que possuem registro e responsável técnico, como determinam as normas, puderam receber esse Termo de Fiscalização. Isso mostra maturidade no trabalho de empresas e profissionais por já estarem atendendo às normativas que o Conselho solicita”, explica dra. Rafaela Luns. Os números do primeiro quadrimestre de 2019 também mostram um total de 844 Relatórios de Fiscalização e 112 Termos de Constatação.