Nos dias 3 e 4 de junho, o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) realiza o I Fórum de Medicina Veterinária Legal do Sistema CFMV/CRMVs. O encontro reúne a Comissão Nacional de Medicina Veterinária Legal (CONMVL/CFMV) e mais 29 representantes das Comissões Regionais de dez estados: CE, DF, MA, MG, PA, PR, RJ, RS, SC e SP. O evento acontece em Brasília para debater as principais ações e desafios sobre essa área de atuação. O CRMV-MG participa do evento, representado pela presidente da Comissão de Medicina Veterinária Legal, dra. Laiza Bonela.

Na abertura do Fórum, o presidente em exercício do CFMV, Luiz Carlos Tavares, destacou que a função inicial da CONMVL seria apoiar a diretoria com a normatização das atividades dessa área, bem como assessorar o Conselho Federal no posicionamento frente às situações relacionadas às atividades profissionais. “Mas a responsabilidade dessa Comissão é muito mais do que isso”, destacou o presidente. “É uma necessidade antiga e é uma comissão nova que veio para ficar. Temos exemplos recentes, como Brumadinho, de como esse trabalho se torna importante para que possamos dar à sociedade o apoio e as respostas que ela precisa”, afirmou Tavares.

Para o presidente da CONMVL, Sérvio Reis, o fórum é um momento histórico para a Medicina Veterinária, tendo em vista que é uma Comissão recém-criada e já está em 15 Unidades da Federação, mas, especialmente, porque é primeira vez que se realiza um fórum temático de Medicina Veterinária Legal no Brasil. “Hoje a Medicina Veterinária vem sendo cada vez mais demandada em temas relacionados aos aspectos legais, seja na parte forense, de perícia, ou nos aspectos de responsabilidade ética, civil ou penal do exercício profissional”, disse. Segundo Reis, tem aumentado a judicialização da Medicina Veterinária e isso se reflete em todos os aspectos da vida cotidiana e da relação do médico-veterinário e do zootecnista com o reino animal.

“Temos uma oportunidade ímpar de discutirmos importantes questões e, para isso, contamos com um quórum qualificado de profissionais altamente gabaritados, que vão compartilhar suas vivências e experiências em seus estados com o objetivo de capilarizar o conhecimento em uma rede integrada”, disse Reis.

O secretário-geral, Helio Blume, o tesoureiro, Wanderson Ferreira, e a chefe de gabinetedo CFMV, Erivânia Camelo também participaram da abertura do Fórum. A programação segue até terça-feira, dia 4, e os participantes definiram que capacitação específica em Medicina Veterinária Legal e o aperfeiçoamento dos cadastros de peritos juntos aos tribunais de justiça devem ser dois produtos resultantes do encontro.

Com informações da assessoria de Comunicação do CFMV

Área de anexos